Espiritualidade

Responder o ódio com amor

Pessoas são diferentes, e isso quer dizer que todos tem opiniões que podem bater de frente com as ideias do outro. Isso é normal, natural e até saudável. O maior problema é que durante esse período de transição, o maior medo dos seres que não querem que o planeta evolua, é que a humanidade se una para fazer o bem e ser uma só. Todas as questões que têm causado discussões atualmente são exatamente o cenário que me refiro nesse post: todos querem expressar suas opiniões e fazer o outro “engolir” o que acham e pensam, tudo de forma ofensiva e baseada no ódio, diminuindo o outro por ter uma opinião diferente.

 

Os despertos (ou que estão nesse processo de despertar) precisam se lembrar que, apesar de ouvir certas coisas que possam ser revoltantes, com vontade de abrir os olhos da pessoa com um estilete, reagir da mesma forma não é a solução. Esse hábito de ofender, de chocar e brigar só gera mais briga e revolta, e principalmente, mais divisão.

 

Para fugirmos dessas armadilhas das “sombras”, precisamos superar nosso próprio ego e reagirmos com amor e paciência, como se estivéssemos lidando com crianças que ainda não entendem algum assunto. Muita, muita compaixão. É muito difícil dar amor quando está se recebendo ódio, mas se compreendermos que essa é a única forma de “anular” essas forças, tudo fica mais fácil.

 

 

Comentem aqui embaixo o que acham desses assuntos e dêem sugestões de como podemos lidar com isso também!

 

You Might Also Like